BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates
19/10/2017 - 7:11 AM

Criando Mapas Mentais para planejamento de testes

Primeiramente, gostaria de começar este artigo dando uma prévia sobre os mapas mentais. Segundo o wikipédia, Mapa mental é o nome dado para um diagrama, voltado para gestão de informações. Um mapa mental pode nos ajudar para os estudos, armazenar idéias, auxiliar na criação de manuais e também para a organização de nossos Casos de Testes!

Existem vários programas que auxiliam-nos na criação, dentre eles gratuitos e pagos. Para escolher o seu basta ver de acordo com sua necessidade. Atualmente uso a versão gratuita do Xmind e a única coisa que sinto falta é de poder gerar um PDF dos meu mapas (coisa que a versão paga faz). Se você tiver interesse em ver vários exemplos de Mapas Mentais, basta dar uma “googleada”.

A idéia de usar os mapas mentais surgiu de acordo com a minha necessidade atual, quando comecei a trabalhar com a Metodologia Scrum. Conheci os mapas mentais através de outros amigos da área que trabalham com testes e logo me interessei pela simplicidade.

Diferente de um Caso de testes, onde crio um passo-a-passo para realizar um teste, no mapa mental, escrevo alguns itens que me lembre sobre o que deve ser validado. Se preferir, colocar alguns itens do critério de Aceite podem ajudar também.

A organização pode ser feita como você desejar. Se você estiver trabalhando com SCRUM você pode criar um mapa mental para cada estória, sendo os itens principais cada task de testes. Para cada task, podemos descrever o que deve ser validado.

Para simplificar, veremos um exemplo abaixo, que trata sobre os testes de compatibilidade nos navegadores:

Como podemos ver, na imagem acima coloquei somente o que devo me lembrar para fazer os testes de compatibilidade, onde inclui os nomes dos navegadores.

É possível incluir imagens e símbolos nos mapas mentais que ajudam no controle dos testes. Neste caso, os símbolos com o V em verde, são os testes que já realizei, enquanto os X estão pendentes. Com o símbolo de exclamação, uso-o para identificar que ocorreu um problema, precisei abrir um bug para ele.

Podemos também utilizar para colocar regras de Negócio, validação de Campos, conforme exemplo abaixo:

Na imagem acima, para a primeira task cito todos os campos da página para validação e na segunda task, algumas regras para validação. Uma outra abordagem que poderia ser feita é escrever em forma de Ação>Reação, não seria bem um ponto de Ação e Verificação como em um caso de testes, mas uma coisa mais ampla como: 1. Realizar Compra com Cartão de Crédito Válido>Sistema confirma o pedido e envia e-mail ao cliente informando os dados da compra.

Vejo o uso dos mapas mentais uma alternativa interessante, porém devem ser avaliados de acordo com a situação e a necessidade de cada um. Falo isso como por exemplo no meu caso, onde não preciso ter que necessariamente criar casos de testes, e não preciso ficar evidenciando todos os passos que executo quanto estou realizando meus testes.

Avalie, experimente e se quiser teste esta maneira de mapear seus testes, quem sabe ajude com o seu dia-a-dia!

Abraços e até a próxima!

Vinicius Sabadoti

Obs: Nesta última imagem acabou saindo a primeira também no slide, infelizmente não consegui arrumar no WordPress. Toda vez que insiro mais de uma imagem ele acaba fazendo isso.  Se alguém souber como acertar dá um dica! Valeu ; )

27/02/2011 – Atualizando:

Pessoal estou atualizando o post e inserindo mais duas opções de programas para criação de mapas Mentais. Agradeço ao Maurício e ao Lucas pelas dicas de outros programas:

Freemind: http://freemind.sourceforge.net/wiki/index.php/Main_Page

MindMeister: http://www.mindmeister.com/pt

Fonte: https://viniciussabadoti.wordpress.com/2012/02/02/criando-mapas-mentais-para-planejamento-de-testes/

Sobre Luiz Lohn

Luiz Lohn
Mobile QA Engineer, trabalha há mais de 4 anos com qualidade e teste de software. Atualmente na SocialBase trabalha com automação e testes manuais de Aplicativos Móveis. Fundador do site QUATEST e coordenador do GUTS-SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *